Benfica

Da revolta à reviravolta. Benfica vence e adia título do Sporting

Jogo com muita contestação por parte dos adeptos acabou bem para o Benfica. Marcos Leonardo entrou e bisou.

Da revolta à reviravolta. Benfica vence e adia título do Sporting

Jogo com muita contestação por parte dos adeptos acabou bem para o Benfica. Marcos Leonardo entrou e bisou.
Da revolta à reviravolta. Benfica vence e adia título do Sporting
Notícias ao Minuto

27/04/24 20:02 ‧ HÁ 10 HORAS POR DAVID SILVA

DESPORTO I LIGA

O Benfica venceu em casa, o Sp. Braga, por 3-1, num jogo dominado por incidências extra-campo. Os bracarenses marcaram primeiro, na primeira parte, por intermédio de Ricardo Horta, que até já esteve em vias de jogar nos encarnados. Na segunda parte, o brasileiro Marcos Leonardo empatou o placard e David Neres consumou a reviravolta.

O Sp. Braga apresentou-se com um sistema tático em 4-1-4-1, com Cher Ndour, antigo jogador do Benfica, a ser a surpresa no meio-campo dos bracarenses, como pivô defensivo. Já Roger Schmidt apostou na mesma em Arthur Cabral, mas fez regressar Aurnses do lado esquerdo da defesa em vez de Álvaro Carreras.

Uma primeira parte onde o futebol não esteve no primeiro plano de importância, no Estádio da Luz. Mas já lá vamos. No início do jogo, o Braga parecia mais confortável com bola, a remeter o Benfica à expectativa. No entanto, foi o Benfica o primeiro a ameaçar o golo. Bola na barra a cabeceamento de Arthur Cabral, após um primeiro cruzamento de Di María bem executado.

O Sp. Braga reagiu com alguém que viria a ser feliz. Remate forte de Ricardo Horta a defesa de Trubin, aos 19 minutos, a controlar o lance. Mas o golo dos visitantes veio mesmo a acontecer. Uma bela abertura pela direita abriu espaço a Álvaro Djaló, rapidíssimo, a beneficiar de uma abordagem descuidada de Nicolas Otamendi. Com a linha de fundo ao seu dispor, Djaló cruzou rasteiro para Ricardo Horta. O extremo do Braga surgiu no sítio certo e atirou para dentro da baliza.

Após um primeiro momento de silêncio geral na Luz, ainda a tentar compreender o que tinha acontecido, os adeptos das claques benfiquistas começaram por desenrolar uma tarja que dizia “Presidente, o nosso amor não tem limite”. Depois, lançaram tarjas para dentro do relvado, e entoaram cânticos contra Schmidt. Restou a João Pinheiro parar o jogo, durante largos minutos.

A impaciência reinava no Estádio da Luz e os restantes adeptos chegaram até a criticar os adeptos das claques organizadas – “Palhaços”, gritavam em uníssono. Um ambiente de discórdia, que condicionou o fluxo do jogo no que restou da primeira parte.

Filme diferente na segunda parte, com maior pressão do Benfica

Depois de um descanso necessário para acalmar os ânimos, a segunda parte iniciou-se. Logo aos 51’, Roger Schmidt promoveu uma alteração na equipa, talvez a pedir mais largura à equipa. Álvaro Carreras entrou para o lado esquerdo, enquanto Aursnes ficou do lado direito. Bah saiu.

Matheus ia salvando o Braga, na sequência de canto, com Carreras a rematar a figura do guardião, que se saiu bem. Di María também obrigou Matheus a nova intervenção aos 65’. O golo do Benfica veio mesmo a chegar, depois de algumas alterações promovidas por Roger Schmidt. Orkun Kokçu entrou ao lado de Marcos Leonardo, e o brasileiro marcou o golo do empate, na sequência de um ressalto oportuno.

A partir daí, o Benfica carregou e chegou ao golo já no fim dos noventa. Angel Di Maria subiu pelo corredor esquerdo, cruzou muito bem e David Neres cabeceou, no sítio certo, para dentro da baliza. Alívio para Roger Schmidt que, assim, adia a festa do título do Sporting, pelo menos, para a próxima jornada. Marcos Leonardo ainda marcou outro, praticamente no último minuto, e assegurou o prémio de melhor do jogo.

Momento do jogo: Apesar da reviravolta, a contestação dos adeptos das claques organizadas fez parar o encontro e mostrou a divisão entre associados e Roger Schmidt. Avizinham-se multas.

Onzes

Benfica: Trubin; Bah, António Silva, Otamendi e Aursnes; Florentino, João Mário, Di María, Rafa e David Neres; Arthur Cabral.

Sp. Braga: Matheus, Borja, Niakaté, Paulo Oliveira, Victor Gomez, João Moutinho, Zalazar, Cher Ndour, Ricardo Horta, Alvaro Djaló e Banza.

Antevisão

O Benfica joga com o Sp. Braga neste sábado a partir das 18 horas, em jogo da 31.ª jornada da I Liga nacional. No mesmo dia em que se elege o novo presidente do FC Porto e um dia antes do decisivo Sporting-FC Porto.

Da revolta à reviravolta. Benfica vence e adia título do Sporting

Jogo com muita contestação por parte dos adeptos acabou bem para o Benfica. Marcos Leonardo entrou e bisou.
Da revolta à reviravolta. Benfica vence e adia título do Sporting
Notícias ao Minuto

27/04/24 20:02 ‧ HÁ 10 HORAS POR DAVID SILVA

DESPORTO I LIGA

OBenfica venceu em casa, o Sp. Braga, por 3-1, num jogo dominado por incidências extra-campo. Os bracarenses marcaram primeiro, na primeira parte, por intermédio de Ricardo Horta, que até já esteve em vias de jogar nos encarnados. Na segunda parte, o brasileiro Marcos Leonardo empatou o placard e David Neres consumou a reviravolta.

O Sp. Braga apresentou-se com um sistema tático em 4-1-4-1, com Cher Ndour, antigo jogador do Benfica, a ser a surpresa no meio-campo dos bracarenses, como pivô defensivo. Já Roger Schmidt apostou na mesma em Arthur Cabral, mas fez regressar Aurnses do lado esquerdo da defesa em vez de Álvaro Carreras.

Uma primeira parte onde o futebol não esteve no primeiro plano de importância, no Estádio da Luz. Mas já lá vamos. No início do jogo, o Braga parecia mais confortável com bola, a remeter o Benfica à expectativa. No entanto, foi o Benfica o primeiro a ameaçar o golo. Bola na barra a cabeceamento de Arthur Cabral, após um primeiro cruzamento de Di María bem executado.

O Sp. Braga reagiu com alguém que viria a ser feliz. Remate forte de Ricardo Horta a defesa de Trubin, aos 19 minutos, a controlar o lance. Mas o golo dos visitantes veio mesmo a acontecer. Uma bela abertura pela direita abriu espaço a Álvaro Djaló, rapidíssimo, a beneficiar de uma abordagem descuidada de Nicolas Otamendi. Com a linha de fundo ao seu dispor, Djaló cruzou rasteiro para Ricardo Horta. O extremo do Braga surgiu no sítio certo e atirou para dentro da baliza.

Após um primeiro momento de silêncio geral na Luz, ainda a tentar compreender o que tinha acontecido, os adeptos das claques benfiquistas começaram por desenrolar uma tarja que dizia “Presidente, o nosso amor não tem limite”. Depois, lançaram tarjas para dentro do relvado, e entoaram cânticos contra Schmidt. Restou a João Pinheiro parar o jogo, durante largos minutos.

A impaciência reinava no Estádio da Luz e os restantes adeptos chegaram até a criticar os adeptos das claques organizadas – “Palhaços”, gritavam em uníssono. Um ambiente de discórdia, que condicionou o fluxo do jogo no que restou da primeira parte.

Filme diferente na segunda parte, com maior pressão do Benfica

Depois de um descanso necessário para acalmar os ânimos, a segunda parte iniciou-se. Logo aos 51’, Roger Schmidt promoveu uma alteração na equipa, talvez a pedir mais largura à equipa. Álvaro Carreras entrou para o lado esquerdo, enquanto Aursnes ficou do lado direito. Bah saiu.

Matheus ia salvando o Braga, na sequência de canto, com Carreras a rematar a figura do guardião, que se saiu bem. Di María também obrigou Matheus a nova intervenção aos 65’. O golo do Benfica veio mesmo a chegar, depois de algumas alterações promovidas por Roger Schmidt. Orkun Kokçu entrou ao lado de Marcos Leonardo, e o brasileiro marcou o golo do empate, na sequência de um ressalto oportuno.

A partir daí, o Benfica carregou e chegou ao golo já no fim dos noventa. Angel Di Maria subiu pelo corredor esquerdo, cruzou muito bem e David Neres cabeceou, no sítio certo, para dentro da baliza. Alívio para Roger Schmidt que, assim, adia a festa do título do Sporting, pelo menos, para a próxima jornada. Marcos Leonardo ainda marcou outro, praticamente no último minuto, e assegurou o prémio de melhor do jogo.

Momento do jogo: Apesar da reviravolta, a contestação dos adeptos das claques organizadas fez parar o encontro e mostrou a divisão entre associados e Roger Schmidt. Avizinham-se multas.

Onzes

Benfica: Trubin; Bah, António Silva, Otamendi e Aursnes; Florentino, João Mário, Di María, Rafa e David Neres; Arthur Cabral.

Sp. Braga: Matheus, Borja, Niakaté, Paulo Oliveira, Victor Gomez, João Moutinho, Zalazar, Cher Ndour, Ricardo Horta, Alvaro Djaló e Banza.

Antevisão

O Benfica joga com o Sp. Braga neste sábado a partir das 18 horas, em jogo da 31.ª jornada da I Liga nacional. No mesmo dia em que se elege o novo presidente do FC Porto e um dia antes do decisivo Sporting-FC Porto.

Pode haver um novo campeão nacional já nesta jornada, apesar de ser improvável. Tinha de haver uma vitória do Sp. Braga e um triunfo do Sporting. No entanto, o Sp. Braga procura também assegurar o terceiro lugar, portanto deverá dar o seu melhor na Luz.

Acompanhe o jogo em direto com o Desporto ao Minuto a partir das 18 horas.

Pode haver um novo campeão nacional já nesta jornada, apesar de ser improvável. Tinha de haver uma vitória do Sp. Braga e um triunfo do Sporting. No entanto, o Sp. Braga procura também assegurar o terceiro lugar, portanto deverá dar o seu melhor na Luz.

Acompanhe o jogo em direto com o Desporto ao Minuto a partir das 18 horas.

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Usamos cookies para personalizar conteúdo e anúncios, fornecer recursos de mídia social e analisar nosso tráfego. Também compartilhamos informações sobre o uso de nosso site com nossos parceiros de mídia social, publicidade e análise. View more
Cookies settings
Aceitar
Privacy & Cookie policy
Privacy & Cookies policy
Cookie name Active
A sua privacidade é importante para nós. É política do Rede Lines respeitar a sua privacidade em relação a qualquer informação sua que possamos coletar no site Rede Lines, e outros sites que possuímos e operamos. Solicitamos informações pessoais apenas quando realmente precisamos delas para lhe fornecer um serviço. Fazemo-lo por meios justos e legais, com o seu conhecimento e consentimento. Também informamos por que estamos coletando e como será usado. Apenas retemos as informações coletadas pelo tempo necessário para fornecer o serviço solicitado. Quando armazenamos dados, protegemos dentro de meios comercialmente aceitáveis ​​para evitar perdas e roubos, bem como acesso, divulgação, cópia, uso ou modificação não autorizados. Não compartilhamos informações de identificação pessoal publicamente ou com terceiros, exceto quando exigido por lei. O nosso site pode ter links para sites externos que não são operados por nós. Esteja ciente de que não temos controle sobre o conteúdo e práticas desses sites e não podemos aceitar responsabilidade por suas respectivas políticas de privacidade. Você é livre para recusar a nossa solicitação de informações pessoais, entendendo que talvez não possamos fornecer alguns dos serviços desejados. O uso continuado de nosso site será considerado como aceitação de nossas práticas em torno de privacidade e informações pessoais. Se você tiver alguma dúvida sobre como lidamos com dados do usuário e informações pessoais, entre em contacto connosco.
  • O serviço Google AdSense que usamos para veicular publicidade usa um cookie DoubleClick para veicular anúncios mais relevantes em toda a Web e limitar o número de vezes que um determinado anúncio é exibido para você.
  • Para mais informações sobre o Google AdSense, consulte as FAQs oficiais sobre privacidade do Google AdSense.
  • Utilizamos anúncios para compensar os custos de funcionamento deste site e fornecer financiamento para futuros desenvolvimentos. Os cookies de publicidade comportamental usados ​​por este site foram projetados para garantir que você forneça os anúncios mais relevantes sempre que possível, rastreando anonimamente seus interesses e apresentando coisas semelhantes que possam ser do seu interesse.
  • Vários parceiros anunciam em nosso nome e os cookies de rastreamento de afiliados simplesmente nos permitem ver se nossos clientes acessaram o site através de um dos sites de nossos parceiros, para que possamos creditá-los adequadamente e, quando aplicável, permitir que nossos parceiros afiliados ofereçam qualquer promoção que pode fornecê-lo para fazer uma compra.

Compromisso do Usuário

O usuário se compromete a fazer uso adequado dos conteúdos e da informação que o Rede Lines oferece no site e com caráter enunciativo, mas não limitativo:
  • A) Não se envolver em atividades que sejam ilegais ou contrárias à boa fé a à ordem pública;
  • B) Não difundir propaganda ou conteúdo de natureza racista, xenofóbica, jogos de sorte ou azar, qualquer tipo de pornografia ilegal, de apologia ao terrorismo ou contra os direitos humanos;
  • C) Não causar danos aos sistemas físicos (hardwares) e lógicos (softwares) do Rede Lines, de seus fornecedores ou terceiros, para introduzir ou disseminar vírus informáticos ou quaisquer outros sistemas de hardware ou software que sejam capazes de causar danos anteriormente mencionados.

Mais informações

Esperemos que esteja esclarecido e, como mencionado anteriormente, se houver algo que você não tem certeza se precisa ou não, geralmente é mais seguro deixar os cookies ativados, caso interaja com um dos recursos que você usa em nosso site. Esta política é efetiva a partir de 22 July 2023 09:13
Save settings
Cookies settings