FC Porto

“FC Porto? Eleições talvez não tivesse sido o melhor para a equipa”

O FC Porto jogou em quebra na I Liga 2023/24 por culpa própria, observa o ex-futebolista sérvio Ljubinko Drulovic, sem diluir as consequências da tensão eleitoral, que findou o 'reinado' presidencial de quatro décadas de Pinto da Costa.

“FC Porto? Eleições talvez não tivesse sido o melhor para a equipa”

O FC Porto jogou em quebra na I Liga 2023/24 por culpa própria, observa o ex-futebolista sérvio Ljubinko Drulovic, sem diluir as consequências da tensão eleitoral, que findou o ‘reinado’ presidencial de quatro décadas de Pinto da Costa.
"FC Porto? Eleições talvez não tivesse sido o melhor para a equipa"
Notícias ao Minuto

20/05/24 07:36 ‧ HÁ 3 HORAS POR LUSA

DESPORTO I LIGA

“O campeonato português é muito competitivo e difícil. Claro que todos os adeptos do FC Porto gostavam de ganhar sempre, mas, às vezes, isso não é fácil. Aquilo que aconteceu este ano, com as eleições do clube e algumas outras situações, talvez não tivesse sido o melhor para a própria equipa, que não teve aquela tranquilidade e estabilidade que cada ‘grande’ tem de ter”, frisou à agência Lusa o ex-avançado dos ‘dragões’, de 1993 a 2001.

Dois anos depois do 30.º título, o FC Porto voltou a falhar o principal objetivo e ficou pela 13.ª vez no terceiro posto, com 72 pontos, a 18 do campeão nacional Sporting e a oito do Benfica, segundo, na pior das sete temporadas sob alçada técnica de Sérgio Conceição.

Os ‘dragões’ tinham ficado ausentes de um dos dois primeiros lugares pela última vez em 2015/16 e averbaram o pior registo pontual desde 2013/14, última edição com 16 clubes, selando o acesso direto à Liga Europa, após quatro idas seguidas à Liga dos Campeões.

“Acho que [as diferenças entre candidatos] não são tão grandes. Agora, quando se perde com as chamadas equipas mais pequenas, fica muito difícil de recuperar. O FC Porto foi falhando diversos pontos e não conseguiu entrar seriamente nessa luta pelo título. Todos esperavam muito mais, porque este clube nos habituou a lutar sempre até ao fim”, notou.

Drulovic, de 55 anos, julga que os ‘azuis e brancos’ se ressentiram do sub-rendimento do avançado Taremi, melhor marcador da I Liga em 2022/23, com 22 golos, que ficou pelos seis em 2023/24 e rumará ao campeão italiano Inter Milão a custo zero no final da época.

Outro revés foi a saída do médio Otávio para os sauditas do Al Nassr, treinados por Luís Castro e com Cristiano Ronaldo no plantel, num negócio feito pouco depois do início da época por 60 milhões de euros (ME), que quebraram o recorde de vendas dos ‘dragões’.

“O Otávio era um dos mais criativos, tinha uma dinâmica muito positiva e a maneira como jogava e liderava a equipa representava o carácter portista. Saíram nomes importantes e outros não deram a melhor resposta. Por isso, o FC Porto não foi constante nem aquela equipa que era terrível no passado, sobretudo quando competia em casa e ganhava com facilidade”, referiu Drulovic, figura do único ‘penta’ do futebol luso, de 1994/95 a 1998/99.

O antigo internacional jugoslavo destaca a prestação até aos oitavos de final da Liga dos Campeões, que fechou com uma derrota no desempate por penáltis face aos ingleses do Arsenal (4-2, após 1-1 nas duas mãos), numa época marcada fora das quatro linhas pela expressiva derrota imposta pelo ex-treinador portista André Villas-Boas a Pinto da Costa, líder máximo há 42 anos e 15 mandatos, no sufrágio mais disputado da história do clube.

“Pinto da Costa estava lá há 42 anos e quase não tinha oposição, mas, pela primeira vez, surgiu alguém com vontade de ver um FC Porto diferente, novo, e as pessoas apoiaram. Pessoalmente, nunca esperei ver um desnível tão grande, de 80% contra quase 20%. É uma derrota clara de Pinto da Costa e uma grande vitória para Villas-Boas. Agora, vamos esperar para ver. A nova direção entrou há pouco tempo, mas está preparada e vai dar o máximo para ter uma equipa que possa ser campeã nacional [em 2024/25]”, enquadrou.

André Villas-Boas já assumiu a presidência do clube, mas apenas vai ser empossado na SAD em 28 de maio, dois dias depois de o FC Porto, vencedor das últimas duas edições, procurar o único troféu possível em 2023/24 na final da Taça de Portugal com o Sporting.

“Se Pinto da Costa tivesse vencido, de certeza que Sérgio Conceição ficaria mais quatro anos. Com esta nova direção e presidente, não sei. Em princípio, acho que não fica, mas esta é a minha opinião e vamos ver o que acontece. Ele fez um excelente trabalho no FC Porto, logrou vários troféus – incluindo três campeonatos – e está lá há sete anos, o que é um marco histórico. Por norma, poucos técnicos ficam tanto tempo em Portugal”, admitiu.

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Usamos cookies para personalizar conteúdo e anúncios, fornecer recursos de mídia social e analisar nosso tráfego. Também compartilhamos informações sobre o uso de nosso site com nossos parceiros de mídia social, publicidade e análise. View more
Cookies settings
Aceitar
Privacy & Cookie policy
Privacy & Cookies policy
Cookie name Active
A sua privacidade é importante para nós. É política do Rede Lines respeitar a sua privacidade em relação a qualquer informação sua que possamos coletar no site Rede Lines, e outros sites que possuímos e operamos. Solicitamos informações pessoais apenas quando realmente precisamos delas para lhe fornecer um serviço. Fazemo-lo por meios justos e legais, com o seu conhecimento e consentimento. Também informamos por que estamos coletando e como será usado. Apenas retemos as informações coletadas pelo tempo necessário para fornecer o serviço solicitado. Quando armazenamos dados, protegemos dentro de meios comercialmente aceitáveis ​​para evitar perdas e roubos, bem como acesso, divulgação, cópia, uso ou modificação não autorizados. Não compartilhamos informações de identificação pessoal publicamente ou com terceiros, exceto quando exigido por lei. O nosso site pode ter links para sites externos que não são operados por nós. Esteja ciente de que não temos controle sobre o conteúdo e práticas desses sites e não podemos aceitar responsabilidade por suas respectivas políticas de privacidade. Você é livre para recusar a nossa solicitação de informações pessoais, entendendo que talvez não possamos fornecer alguns dos serviços desejados. O uso continuado de nosso site será considerado como aceitação de nossas práticas em torno de privacidade e informações pessoais. Se você tiver alguma dúvida sobre como lidamos com dados do usuário e informações pessoais, entre em contacto connosco.
  • O serviço Google AdSense que usamos para veicular publicidade usa um cookie DoubleClick para veicular anúncios mais relevantes em toda a Web e limitar o número de vezes que um determinado anúncio é exibido para você.
  • Para mais informações sobre o Google AdSense, consulte as FAQs oficiais sobre privacidade do Google AdSense.
  • Utilizamos anúncios para compensar os custos de funcionamento deste site e fornecer financiamento para futuros desenvolvimentos. Os cookies de publicidade comportamental usados ​​por este site foram projetados para garantir que você forneça os anúncios mais relevantes sempre que possível, rastreando anonimamente seus interesses e apresentando coisas semelhantes que possam ser do seu interesse.
  • Vários parceiros anunciam em nosso nome e os cookies de rastreamento de afiliados simplesmente nos permitem ver se nossos clientes acessaram o site através de um dos sites de nossos parceiros, para que possamos creditá-los adequadamente e, quando aplicável, permitir que nossos parceiros afiliados ofereçam qualquer promoção que pode fornecê-lo para fazer uma compra.

Compromisso do Usuário

O usuário se compromete a fazer uso adequado dos conteúdos e da informação que o Rede Lines oferece no site e com caráter enunciativo, mas não limitativo:
  • A) Não se envolver em atividades que sejam ilegais ou contrárias à boa fé a à ordem pública;
  • B) Não difundir propaganda ou conteúdo de natureza racista, xenofóbica, jogos de sorte ou azar, qualquer tipo de pornografia ilegal, de apologia ao terrorismo ou contra os direitos humanos;
  • C) Não causar danos aos sistemas físicos (hardwares) e lógicos (softwares) do Rede Lines, de seus fornecedores ou terceiros, para introduzir ou disseminar vírus informáticos ou quaisquer outros sistemas de hardware ou software que sejam capazes de causar danos anteriormente mencionados.

Mais informações

Esperemos que esteja esclarecido e, como mencionado anteriormente, se houver algo que você não tem certeza se precisa ou não, geralmente é mais seguro deixar os cookies ativados, caso interaja com um dos recursos que você usa em nosso site. Esta política é efetiva a partir de 22 July 2023 09:13
Save settings
Cookies settings